ISSN 1807-734X    QUALIS B1
 
:
:
:
 
 
:
:
 
   
14 | 3
2017

Escopo e Objetivos

A BBR - Brazilian Business Review tem como missão contribuir para a construção e atualização do conhecimento na área de negócios, mediante a disseminação de artigos teórico-empíricos.

- Disponibilizar e manter acessíveis artigos teórico-empíricos na área de negócios;
- Estimular o debate interdisciplinar e a visão crítica do conhecimento em administração, contabilidade e economia;
Apoiar atividades acadêmicas e ações em contabilidade e administração das organizações privadas, públicas e do terceiro setor, com textos que contribuem tanto para a área acadêmica como para a prática gerencial;
- Fornecer aos professores, pesquisadores e estudantes de cursos de administração, contabilidade e áreas afins, resultados da investigação e produção acadêmica desenvolvida em programas de pós-graduação no Brasil e exterior. 

Público-alvo

Professores, pesquisadores, estudantes de pós-graduação e graduação e profissionais interessados em obter conhecimentos aprofundados na área de negócios.

Foco

A BBR – Brazilian Business Review tem como foco principal, porém não exclusivo, a publicação de trabalhos em temas relacionados com administração, contabilidade, controladoria, finanças, gestão de negócios, gestão da informação, gestão da inovação, estratégia e economia de empresas, desenvolvidos em organizações públicas, privadas ou do terceiro setor.
  
Manual de Ética BBR
Clique aqui para acessar o Manual de Ética da BBR – Brazilian Business Review, em formato PDF.
Clique aqui para acessar o Manual de Ética da BBR - Brazilian Business Review, em formato digital.

Processo de avaliação
 
O objetivo da avaliação é ajudar os autores a melhorar a qualidade de seus trabalhos, fornecendo avaliações construtivas e em tempo razoável, preparadas por acadêmicos experientes. A BBR considera o processo de avaliação etapa fundamental para o aperfeiçoamento dos artigos. Por esse motivo, os avaliadores da BBR são incentivados a apresentar, além do parecer quanto à publicação, sugestões de melhoria quanto ao conteúdo e à forma do texto.

O processo de avaliação de artigos submetidos à BBR consta de duas etapas. A primeira, uma avaliação preliminar do Editor, Co-Editor e Editores Adjuntos, que examinam a adequação do trabalho à linha editorial do periódico e fazem a avaliação Desk Review. A segunda etapa consiste na avaliação propriamente dita, no sistema double blind review, e é realizada por dois consultores ad hoc.

A avaliação considera, primordialmente, a qualidade científica do texto, com foco nos seguintes aspectos:
- Atualidade do tema;
- Originalidade do trabalho;
- Relevância e consistência teórica do texto para o desenvolvimento da área de conhecimento;
- Qualidade do referencial teórico utilizado;
- Qualidade de redação e organização do texto;
- Contribuição do trabalho para o conhecimento da área em que o artigo se insere;
- Metodologia utilizada: adequação e qualidade;
- Qualidade da análise e discussão dos dados (se for o caso);
- Conclusões: consecução, fundamento e coerência.
 
O resultado da avaliação será encaminhado ao primeiro autor do trabalho, por e-mail.
 
A partir de março de 2012, o número de autores de artigos é limitado a quatro, ressalvadas as submissões anteriores.
 
Estima-se um prazo total de 90 dias, a partir do aceite do Desk Review até o primeiro parecer sobre o artigo;
Depois de aprovado, o artigo passa por revisão ortográfica e gramatical, bem como a tradução e revisão para língua inglesa (ou para a língua portuguesa no caso de submetidos em inglês), antes de sua publicação na BBR - Brazilian Business Review.

Responsabilidade por textos publicados na BBR - Brazilian Business Review.
 
Os artigos publicados na BBR - Brazilian Business Review são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es). Os direitos, inclusive de tradução, são reservados e transferidos à BBR - Brazilian Business Review.
  

Ética na pesquisa envolvendo seres humanos.
 
Para pesquisas feitas diretamente com seres humanos, os preceitos éticos referentes à condução, bem como ao relato da pesquisa, são de inteira responsabilidade dos autores, seguindo as recomendações éticas contidas na Declaração de Helsinque (disponível em http://www.wma.net). Os autores devem observar, integralmente, as normas constantes na Resolução CNS nº 196, de 10 de outubro de 1996, do Conselho Nacional de Saúde (disponível em http://conselho.saude.gov.br/resolucoes/reso_96.htm), e resoluções complementares para as situações especiais. Os procedimentos éticos adotados na pesquisa devem ser descritos no último parágrafo da seção Métodos, fazendo menção ao número do protocolo de aprovação por Comitê de Ética em Pesquisa.
 

É permitido citar partes dos textos publicados na BBR - Brazilian Business Review, desde que atendidas as condições previstas em legislação que rege a matéria e desde que sejam citadas as fontes.
 
 
 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuiçao 3.0 Nao Adaptada.


This journal is a member of, and subscribes to the principles of, the Committee on Publication Ethics (COPE)

2004 - 2017 © Brazilian Business Review.